Injetáveis (Imunoclin)

ELIGARD 22,5MG INJ SER A (DIL) + SER B (PO LIOF)

Código do produto:
1731
Marca:

Por: R$ 1.596,81ou X de

-
+
Comprar

Descrição do Produto

Para o que é indicado:
Eligard é indicado para o tratamento paliativo do câncer de próstata avançado e no tratamento de Puberdade Precoce Central em pacientes com idade igual ou superior a 2 anos.
Como funciona:
O acetato de leuprorrelina é um análogo sintético não-peptídeo do hormônio liberador de gonadotropina, que quando administrado continuamente, inibe a secreção de gonadotrofina hipofisária e suprime a esteroidogênese testicular e ovariana. Eligard atua sobre o câncer de próstata avançado atenuando seus sintomas e no tratamento da Puberdade Precoce Central.
Como utilizar:
Eligard deve ser administrado por via subcutânea, em áreas com adequadas quantidades de tecido subcutâneo e que não tenham pigmentação excessiva, nódulos, lesões e pelos. Eligard forma um depósito sólido de liberação lenta do medicamento. O conteúdo da seringa é de dose única. Assim como os demais medicamentos administrados por injeção subcutânea, o local de injeção deverá ser alterado a cada aplicação.
Eligard é preenchido e fornecido em duas seringas estéreis (livres de contaminação) separadas, cujo conteúdo deve ser misturado imediatamente antes da administração.
Eligard possui 2 blísteres: Um identificado como diluente contendo a seringa A estéril preenchida com o diluente (sistema polimérico) Atrigel, um êmbolo branco longo reposicionável e sachê dessecante; O outro identificado como Eligard contendo a seringa B estéril preenchida com pó liófilo de acetato de leuprorrelina, agulha estéril descartável para aplicação e sachê dessecante).
Você deve seguir as seguintes instruções para garantir a preparação adequada de Eligard antes da administração: 1. Em um local limpo, abra todas as embalagens e retire seu conteúdo. Descarte o sachê dessecante; 2. Puxe o êmbolo curto de extremidade azul da Seringa B. Este êmbolo curto deverá sair junto com o batoque cinza e o conjunto será descartado. Introduza suavemente o êmbolo branco longo reposicionável no batoque remanescente da Seringa B, girando-o no local; 3. Desrosqueie a tampa transparente da Seringa A. Remova a tampa cinza de borracha da Seringa B; 4. Conecte as duas seringas, girando-as até que estejam firmemente conectadas; 5. Misture totalmente o produto, empurrando o conteúdo das seringas para frente e para trás (durante aproximadamente 45 segundos) para obter uma suspensão uniforme. Depois de misturada de modo uniforme, a suspensão apresentará uma coloração de amarela clara a amarela; 6. Segure as seringas em posição vertical, com a Seringa B para baixo. As seringas deverão permanecer acopladas firmemente. Transfira todo o conteúdo do produto misturado para a Seringa B (seringa curta e larga) pressionando o êmbolo da Seringa A e puxando levemente o êmbolo da Seringa B. Continue pressionando para baixo o êmbolo da Seringa A no momento que a mesma for desconectada. Observação: é aceitável que pequenas bolhas de ar permaneçam na formulação; 7. Mantenha a Seringa B em posição vertical. Conecte a agulha à extremidade da Seringa B empurrando e girando o cartucho da agulha até que esteja firmemente acoplado. Não encaixe a agulha na seringa antes de remover sua tampa rosa. Remova o capuz protetor da agulha antes da administração. Após a administração, não tente desconectar a agulha, trave o dispositivo de segurança: com o dedo indicador, com o dedo polegar, ou em uma superfície plana. Observe a posição travada por um “click” audível e tátil. A posição travada irá cobrir completamente a agulha, descarte todos os componentes de modo seguro em local adequado para materiais biológicos.
Procedimento de Administração: Deixar o produto atingir temperatura ambiente antes de utilizá-lo. Uma vez misturado, o produto deve ser administrado em até 30 minutos. 1. Escolher o local da injeção no abdômen, parte superior das nádegas ou em qualquer lugar com quantidade adequada de tecido subcutâneo que não tenha pigmentação excessiva, nódulos, lesões ou pelos. Como você pode variar o local para uma injeção subcutânea, escolha uma área que não tenha sido utilizada recentemente; 2. Limpe a área entorno do local da injeção com um algodão umedecido em álcool; 3. Utilizando o polegar e o dedo indicador da sua mão não dominante, aperte a área da pele ao redor do local da injeção, formando uma prega conforme mostra a figura ao lado; 4. Utilizando a sua mão dominante, inserir a agulha rapidamente em um ângulo de 90°. O ângulo aproximado que você usar dependerá da quantidade e da plenitude do tecido subcutâneo e do comprimento da agulha. Após a agulha ser inserida, solte a pele da mão não dominante; 5. Injetar o medicamento usando uma pressão lenta e constante. Pressione o êmbolo até a seringa ser esvaziada; 6. Retirar rapidamente a agulha no mesmo ângulo utilizado para a inserção; 7. Descartar todos os componentes de modo seguro em um recipiente apropriado para materiais biológicos.
Dose: A dose recomendada de Eligard 22,5 mg é de uma injeção a cada 3 meses (trimestral). O medicamento é administrado por via subcutânea formando um depósito sólido e fornece liberação contínua do medicamento por 3 meses. A suspensão injetável de Eligard® 22,5 mg fornece 22,5 mg de acetato de leuprorrelina.
Uso em idosos: Até o momento, não foi comprovada a necessidade de ajuste de dosagem em pacientes idosos.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Contra-indicação:
Você não deve usar Eligard se tiver hipersensibilidade (alergia) aos hormônios estimulantes dos testículos (LH-RH), análogos agonistas (substâncias semelhantes) ao LH-RH ou a qualquer componente da formulação.
O uso de Eligard com medicamentos sabidamente associados a convulsões, como bupropiona e Inibidores Seletivos da Recaptação de Serotonina (ISRS) não é recomendado.
Este medicamento é contraindicado para menores de 2 anos de idade.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o tratamento.
Este medicamento pode causar malformação ao bebê durante a gravidez.
Composição:
Eligard 22,5 mg: Cada seringa “B” contém: 22,5 mg de acetato de leuprorrelina (equivalente a 21 mg de leuprorrelina base).
Cada seringa “A” contém: Diluente (sistema polimérico) Atrigel com metilpirrolidona e copolímero de glicolida e lactida.
Armazenamento:
Eligard deve ser armazenado sob refrigeração entre 2º a 8ºC. Após preparo, usar em até 30 minutos. Depois deste período, a suspensão injetável não utilizada deverá ser descartada.

Especificações

Especificações

ArmazenamentoRefrigerado

Quem viu, viu também

Quem comprou, comprou também

Aguarde...